Em artigo sobre Segurança Pública, publicado na Revista Rivazto, o presidente da Adpergs, Felipe Lavarda aponta os riscos das soluções apressadas para o problema e defende a importância do trabalho da Defensoria Pública na garantia dos direitos fundamentais como contribuição ao processo de pacificação social.

12 de Janeiro

Um bilhete de ida e volta para Brasília, pela companhia Latam, para o próximo dia 15 de fevereiro, data da posse da nova diretoria da Associação Nacional, foi a primeira aquisição da ADPERGS através de seu banco de milhagens. Implementado em novembro de 2015, o programa reúne toda a pontuação obtida com as viagens da diretoria, acumulando milhas para uso da entidade. “Assim procedendo, a diretoria passa a agir com impessoalidade na atribuição das milhagens. Um projeto que iniciamos no ano passado e que, um ano depois, já deu resultado”, comemorou o presidente Felipe Facin Lavarda. Esta primeira passagem aérea adquirida sem custo para a entidade representa uma economia superior a R$ 1 mil, valor médio para ida e volta à Capital Federal para bilhetes adquiridos com antecipação, em vôo direto. 

04 de Janeiro

Depois do regime de plantão para atendimento durante o período de festas, a ADPERGS está de volta com toda a energia para receber seus associados. Fique ligado nos horários especiais de funcionamento da entidade nos meses de janeiro e fevereiro: Nas segundas-feiras o expediente inicia às 12h, e encerra às 18h. De terça a quinta, o atendimento ocorre em horário normal - das 9h às 18h. Na sexta, a associação fica aberta das 9h às 15h.

03 de Janeiro

A ex-defensora pública-geral e ex-presidente da ADPERGS, Maria de Fátima Zácha Paludo, tomou posse neste domingo (1º) como secretária de Desenvolvimento Social da administração de Nelson Marchezan Júnior no Executivo municipal. Após solenidade de posse do novo prefeito e dos 36 vereadores que integram a 17ª legislatura da Câmara de Vereadores, realizada no Legislativo no início da tarde, Marchezan recebeu o cargo do ex-prefeito José Fortunati em cerimônia no Largo Glênio Peres, onde empossou também seu secretariado. Fátima é, até o momento, a única mulher a integrar o primeiro escalão do Paço Municipal, e assume uma das pastas do novo governo cuja efetiva criação ainda depende de votação do Legislativo. Assim como outros gestores de novas secretarias, até que a reforma administrativa proposta pelo Executivo seja aprovada pela Câmara, a defensora deve assumir função em outras pastas.

02 de Janeiro