A semana foi marcada por atividades legislativas para  acompanhar a tramitação da PEC 32 (reforma administrativa), que teve sua votação adiada, na Comissão Especial, para a próxima terça-feira (21).  

Em agenda extensa, o presidente da ADPERGS, Mário Rheingantz, realizou um intenso trabalho de articulação política, junto à ANADEP e Associações Estaduais, com deputadas e deputados da bancada federal e gaúcha em Brasília.

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a reforma administrativa (Proposta de Emenda à Constituição 32/20) teve sua votação adiada após apresentação de novo texto pelo relator da PEC, deputado Arthur Maia (DEM-BA). Por falta de consenso entre as bancadas partidárias, a votação da PEC no Colegiado, que estava prevista para esta quinta-feira (16), passou para a próxima terça-feira (21). Caso seja aprovada, ela vai para pauta do Plenário, podendo ser votada na quarta-feira (22).

"Depois de realizar muitas articulações com diversas deputadas e deputados, com as principais lideranças do país, recebemos a notícia de que a votação foi adiada para a próxima terça-feira, o que é considerada uma vitória para todos e todas que estão lutando contra a Reforma Administrativa. A ADPERGS vai seguir na luta e na defesa dos interesses das Defensoras e Defensores Públicos", disse Rheingantz.

Durante a semana, Rheingantz e demais entidades visitaram os gabinetes dos(as) parlamentares: líder do PT na Câmara, Bohn Grass (PT/RS), Afonso Motta (PDT/RS), Maria do Rosário (PT/RS), Paulo Pimenta (PT/RS) e Liziane Bayer (PTB/RS), para apresentar os principais pleitos da classe. 

A ADPERGS e a ANADEP permanecem atentas à nova proposta que deve ser apresentada na sexta-feira, para que se possa analisar que pontos do texto serão estratégicos na discussão da próxima semana. 

Clique aqui e confira o quadro comparativo da PEC 32.

Informações: ANADEP. 

1 51 51 51 51 51 51 5

16 de Setembro de 2021
Logos Banrisul e Brasao Governo