Vice-presidente da ADPERGS participa da XI Jornada Estadual contra a Violência e a Exploração Sexual de Crianças e de Adolescentes

Vice-presidente da ADPERGS participa da XI Jornada Estadual contra a Violência e a Exploração Sexual de Crianças e de Adolescentes

 

As práticas para controlar o turismo sexual durante a Copa do Mundo 2014 foi o norte da XI Jornada Estadual contra a Violência e a Exploração Sexual de Crianças e de Adolescentes.                 A audiência pública organizada pela Secretaria Estadual da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH) , ocorreu na última quarta-feira (18), em Lajeado. A vice-presidente da ADPERGS, Marta Beatriz Tedesco Zanchi, participou da atividade e falou sobre sua experiência na Vara da Infância e Juventude da Defensoria Pública.

Diante de representantes do Conselho Regional de Serviço Social (CRES), psicólogos e professores que assistiam o debate, a vice-presidente da ADPERGS ressaltou a importância de observar o comportamento das crianças nos seus ambientes de convívio. “Estamos nos preparando para combater a exploração sexual na Copa do Mundo, porém este é um problema diário. É determinante enxergar as reações dessas crianças na escola e nas atividades extraclasse. Normalmente elas tem dificuldade de verbalizar, mas é preciso criar mecanismos para que comuniquem os abusos de algum modo. Só assim elas poderão ser encaminhadas para receber ajuda”, explicou. Em relação ao processo de crime sexual Marta Zanchi fez um alerta. “Durante a minha atuação na Vara da Infância e Juventude vi que os índices de absolvição nesses casos eram de 82 %. E muito disso se deve à fragilidade da prova, a prática de alienação parental e a demora da denuncia”, revelou a Defensora Pública.

A secretária adjunta da SJDH, Maria Celeste, destacou o aumento do número de denúncias sobre abusos sexuais. Segundo dados da Secretaria, neste ano foram registrados uma média de 10 casos de violência sexual infantil por dia no Estado. Maria Celeste também destacou que em 2012, a média ficou em 11,8 casos por dia. Ela justifica estes índices pelo fato da sociedade ter criado a cultura de denunciar.  

O evento, que conta com o apoio da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, também teve com a presença de representantes do Ministério Público, da prefeitura de Lajeado, da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, do Tribunal de Justiça do Estado e da Polícia Civil. As próximas edições da Jornada ocorrerão nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Viamão, Bento Gonçalves, Farroupilha, Gramado e Canela.

 

Postado em 19 de Setembro
Compartilhe    



Cartilha Cidada

Guia Estagiario

  • Banner divida_rs
  • Associe-se
  • Associe-se
Assine os canais da ADPERGS
nas Redes Sociais

face twitter
divisor modulo esquerda